Qual deve ser a velocidade das suas repetições?

Você chega na academia pronto pro treino,aquece e já parte para a primeira série. Mas você já pensou sobre a velocidade que você deve treinar? E o que é melhor: fazer repetições rápidas ou lentas? Será que uma maneira dá mais resultado que outra? Bom, como toda boa resposta no mundo fitness, depende.

A velocidade das repetições de cada exercício que você faz vai depender de uma série de fatores, mas principalmente do seu objetivo. Se o seu objetivo é hipertrofia, é extremamente importante que você faça repetições lentas. Isso porque para que você ganhe massa magra, você precisa que aconteça dano muscular.

E dano muscular acontece de acordo com quanto tempo você movimenta a carga, principalmente durante a “descida” dos movimentos, a chamada fase excêntrica. Além disso, é essencial que o peso que você levanta seja pesado o suficiente para estimular a sua musculatura de forma eficaz.

E quando a gente diz “lento”, queremos dizer que cada série de 8 a 12 repetições, que é o mais comum dentro das academias, normalmente dura de 30 a 45 segundos. Ou seja, uma repetição considerada lenta dura em torno de 3 ou 4 segundos. Mas claro que isso não é regra e pode variar de pessoa pra pessoa.

Você pode se interessar em ler sobre termogênico natural qual usar?

E o mesmo vale para ganhar força e aumentar a sua resistência. O que vai mudar de acordo com o seu objetivo será a quantidade de repetições, as cargas e, é claro, os tipos de exercício. Por outro lado, se o seu objetivo é o ganho de potência você deve considerar fazer repetições rápidas.

Na verdade, o mais rápido que você puder. Potência é quando você faz um movimento contra uma resistência, ou seja, com algum tipo de carga, o mais rápido possível. Ganho de potência exige repetições rápidas porque com movimentos rápidos você melhora a sua capacidade de produção de força rápida, que em outras palavras é a capacidade de produzir uma grande quantidade de energia em pouco tempo.

Ter essa capacidade é importante porque isso trabalha a chamada responsividade muscular. Imagine que você está caminhando na rua e de repente tropeça. Essa situação soa familiar pra você? Pois é, pra você reagir rápido, se recompor e não cair, você precisa ter uma boa potência muscular.

Inclusive é por isso que idosos caem com muito mais frequência: eles perdem essa potência muscular com o tempo. Então resumindo: para hipertrofia, ganho de força e resistência, faça um treino com repetições lentas. Já para o ganho de potência, faça repetições rápidas.

Não tem problema nenhum fazer os dois tipos de treino, mas é muito importante não misturar os dois e muito menos achar que são a mesma coisa. Além disso, é essencial que um profissional de Educação Física determine as cargas e os treinos de cada um, focando no objetivo, nas limitações e nas características de cada pessoa.

Afinal, de qualquer forma você corre o risco de se machucar ou de fazer um movimento errado se não tiver supervisão. E aí, gostaram do artigo? Sabiam que tinha diferença entre a velocidade das repetições do seu treino? Qual é o objetivo de vocês? Força, potência, os dois? Contem para a gente nos comentários! Forte abraço e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *