O que acontece se o motorista não pagar o IPVA?

ipva 2019 spQualquer brasileiro que tenha um veículo precisa manter seu Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) em dia. Cobrado anualmente, ele tem taxas variadas e pode trazer problemas sérios para quem fica inadimplente: se o cidadão não regulariza o seu veículo, pode acabar no Sistema de Proteção ao Crédito (SPC).

Essa negativação ocorre depois que o proprietário é notificado pela Secretaria da Fazenda e pelo Detran e, ainda assim, não faz o pagamento. Mais um problema para quem não mantem o IPVA em dia é o impedimento de licenciar o veículo: sem o licenciamento, ele pode ser aprendido.

O que fazer se o IPVA estiver atrasado?

Assim como as demais dívidas, é possível parcelar o IPVA 2019 sp, inclusive em 12 vezes. Para isso, o proprietário do veículo tem de buscar o Detran ou a Secretaria da Fazenda: no site deles, geralmente, dá para imprimir boletos desse imposto.

Quando o cidadão já tem parcela do IPVA e acabou por atrasar uma delas, ele tem de contatar os órgãos acima o mais rápido possível e pedir uma atualização do boleto.

É muito perigoso para o cidadão deixar o IPVA se acumular: considerando que o veículo seja apreendido, será necessário pagar a diária do pátio (que é alta) e a quitação dos débitos. Dependendo do tempo pelo qual o veículo fica apreendido, ele pode até ser leiloado.

Quem não é proprietário, mas dirige um veículo sem licenciamento também se prejudica: de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, isso é uma das infrações gravíssimas, significando 7 pontos na CNH e uma multa de R$ 293,47.

Precaução com IPVA na hora de comprar usados

Muitos brasileiros optam pelos veículos usados, mas é preciso ficar atento ao licenciamento e aos débitos do IPVA. Sempre que alguém está vendendo um veículo usado precisa especificar claramente se há atraso no imposto e se o licenciamento está regularizado.

A pessoa que achar que comprar o veículo com IPVA atrasado será um bom negócio pode fazê-lo: é só registrar no Detran que está assumindo as dívidas. Porém, é importante ter a dimensão verdadeira do montante dessa dívida e a informação só será confiável se for dada pelo Detran ou pela Secretaria da Fazenda.

O que define o valor do IPVA?

O Estado no qual o veículo está emplacado é um dos principais determinantes para o IPVA, uma vez que cada local tem a sua própria alíquota. Depois disso, é analisada a utilização: a caminhonete, o carro de passeio, os utilitários e os veículos de uso misto são os que têm IPVA mais alto.

Outra categoria que também tem uma alíquota elevada, apesar de menor que a anterior, é a de motocicletas, ciclomotor, quadriciclo e triciclo.

Em terceiro lugar ficam os veículos de transporte coletivo e qualquer caminhão. No final do ano, os Estados anunciam no site do Detran e da Secretaria da Fazenda quais serão as alíquotas usadas no ano seguinte e os descontos para quem vai quitar à vista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *