6 componentes naturais para tratar disfunção erétil

viagra naturalA disfunção erétil é uma condição que afeta a capacidade de um homem de atingir ou manter um ereção adequada para uma relação sexual.

A condição pode afetar homens em qualquer idade, mas é mais comum em homens de 75 anos ou mais.

Muitas ervas demonstram potencial para serem eficazes na melhora da função sexual dos homens, mas é sempre bom lembrar que as pessoas devem sempre ter cautela ao tomar qualquer forma de suplementação de ervas.

Vamos a elas?

1 – L-Arginina

A L-Arginina é um aminoácido incorporado em suplementos para aumentar a quantidade de óxido nítrico no organismo.

Quando tomado em doses elevadas, a L-Arginina pode estimular os vasos sanguíneos a se tornarem maiores.

Isso melhora o fluxo sanguíneo, o que poderia ajudar um homem a ter uma ereção.

Os efeitos colaterais da ingestão de L-arginina podem incluir dores de estômago, incluindo cólicas e diarreia.

O suplemento também pode interagir negativamente com a tomada do medicamento Viagra.

2 – Erva daninha de cabra (epimedium)

Esta erva chinesa tem sido usada para reduzir as causas associadas à problemas de ereção, incluindo disfunção erétil.

Os pesquisadores não conhecem o mecanismo exato pelo qual o suplemento funciona.

Mas os cientistas acreditam que alteram os níveis de certos hormônios no corpo, o que pode por sua vez, melhorar o desempenho sexual.

3 – Yohimbine

A ioimbina é um suplemento feito a partir da casca de uma árvore africana.

Antes de medicamentos como o Viagra, os médicos geralmente recomendam a ioimbina como tratamento para disfunção erétil.

A ioimbina funciona através da ativação de receptores no corpo que desencadeiam a liberação dos hormônios epinefrina e norepinefrina.

Estes podem bloquear os efeitos de outros compostos que podem de outro modo contrair os vasos sanguíneos no pênis.

Tomar este suplemento está associado a muitos efeitos colaterais.

Exemplos incluem pressão alta, ritmo cardíaco acelerado e ansiedade.

Os homens não devem tomar ioimba sem consultar o médico primeiro.

4 – Dehidroepiandrosterona (DHEA)

O DHEA é um suplemento que imita um esteroide hormonal no corpo e pode ajudar a tratar a disfunção erétil nos homens.

Os níveis naturais de DHEA diminuem à medida que a pessoa envelhece.

Aumentar a quantidade de hormônio adrenal pode ajudar o corpo a criar hormônios que melhoram as funções sexuais, bem como os níveis de energia.

5 – Ginseng vermelho

Ginseng é uma erva que os produtores de ervas coreanos promovem por sua capacidade de tratar a disfunção erétil.

Outro nome para o ginseng vermelho é o Panax ginseng.

Existem várias teorias sobre por que o ginseng vermelho pode ajudar a tratar a disfunção erétil.

Mais pesquisas são necessárias para apoiar essas teorias.

Os pesquisadores não sabem exatamente como o ginseng vermelho reduz os sintomas de disfunção erétil.

Uma teoria é que ela influencia os hormônios responsáveis ​​por alcançar uma ereção.

Outra é que promove o fluxo sanguíneo através do aumento da quantidade de óxido nítrico.

6 – Ginkgo

Ginkgo biloba é uma erva que os praticantes usam há milhares de anos para tratar um número de condições de saúde.

Exemplos incluem demência, ansiedade e fluxo sanguíneo fraco para o cérebro.

Os defensores da ingestão de ginkgo para a disfunção erétil acreditam que o ginkgo dilata os vasos sanguíneos para promover fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais.

Ele tem sido usado para tratar muitas condições de saúde.

Alguns acreditam que pode melhorar o fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais masculinos.

Mas atenção! O ginkgo pode aumentar o risco de sangramento, e as pessoas que tomam anticoagulantes devem não devem tomá-lo.

Outros efeitos colaterais incluem náusea, dor de cabeça, desconforto estomacal e irritação na boca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *